Consulta S.O.S. Ansiedade  

A ansiedade é um estado emocional natural e adaptativo, que nos prepara, ajuda e protege aquando de situações de perigo e de desafio. Mas, quando desadaptativa, pode representar um verdadeiro problema, afetando os seus sentimentos, pensamentos e comportamentos, causando-lhe muito sofrimento. Geralmente, os seus principais sintomas são: tensão muscular, batimento cardíaco acelerado, dificuldade em respirar, pressão no peito, tremores, suores, insónias e dores físicas. Deste modo, torna-se importante, agir atempadamente, para que esta não consiga derrobar a sua essência enquanto pessoa.

Para o ajudar, criei uma consulta mais direcionada (Consulta S.O.S. Ansiedade) onde a ansiedade é o pano de fundo e onde são explorados todos os aspetos importantes que a compõem, desde o seu surgimento, a sua causa, os seus sintomas, as suas manifestações e muito importante, as formas eficazes de tratamento. Nesta consulta, sinta-se à vontade para, sem juízos de valor, abordar as suas principais inquietações, preocupações e medos, libertando-se logo, deste enorme peso que trás dentro de si e que o impede de ser verdadeiramente feliz.

Esta consulta, explora áreas de intervenção, como sendo, a Ansiedade de separação, o Mutismo seletivo, as Fobias específicas (e.g. medo de aviões, medo de cães), a Ansiedade social (fobia social)/Ansiedade de desempenho, o Pânico/Ataque de pânico, a Agorafobia, a Ansiedade generalizada e a perturbação Obsessivo-compulsiva. 

A consulta S.O.S. Ansiedade destina-se a receber crianças, adolescentes, jovens adultos, pais, grávidas ou mamãs.

Sinais que deve considerar 

  • Preocupa-se excessivamente e de forma persistente? 
  • Muitas vezes, sofre por antecipação?
  • Sente relutância persistente ou recusa face a alguma situação?
  • Sente medo de se expor, de interagir socialmente ou de falar em público evitando essas situações?
  • Evita locais ou situações porque se sente desconfortável?
  • Tem dificuldade em adormecer ou acorda diversas vezes durante a noite?
  • Sente medo ou ansiedade em relação a algum objeto ou situação específica (e.g. animais, sangue, aviões)?
  • Teve ou tem episódios onde sente tonturas, palpitações, tonturas, batimento cardíaco acelerado, suores, sensação de falta de ar, dor no peito?
  • Tem pensamentos, imagens ou impulsos recorrentess e persistentes que não consegue controlar?
  • Apresenta comportamentos repetitivos que não consegue parar (e.g. lavar as mãos, verificação da maçaneta da porta)?

Nota: estes sinais deverão ser igualmente considerados para crianças e/ou adolescentes.

"Ninguém merece ficar aprisionado a si próprio. Procure a sua liberdade"